Dinamizar uma liderança plural

Graças a Deus, a nossa Igreja conseguiu pagar a dívida que tinha com a aquisição das novas instalações. O casal Barnard respondeu-nos dizendo: “Devo dizer que foi algo que Deus tinha possibilitado e foi um prazer para nós usar aquele dinheiro para ajudar-vos numa época em que estavam a necessitar duma ajudinha. Dêem graças a Deus. Sheila e Cliff”
Em pouco mais de ano e meio levantámos cerca de 9000 euros. Muito obrigado a todos os irmãos e amigos que contribuíram tão generosamente. Que o Senhor vos recompense e vos ajude a continuarem a contribuir para o crescimento da Sua obra em SAC.

De facto, chegou o momento para vos desafiar a orarem e participarem no atingir de um outro alvo: Dinamizar uma liderança plural na nossa Igreja. Este alvo já foi definido pela nossa Igreja há vários anos tendo a Igreja aprovado recentemente dois objectivos a atingir:
1) Criar uma equipa de liderança funcional aos propósitos e contexto da nossa Igreja
2) Sustentar mensalmente um pastor/obreiro(a) a tempo parcial ou semi-parcial.

Quanto ao primeiro objectivo, podemos dizer que temos presentemente a funcionar uma equipe de liderança (a direcção da Igreja) que tem dirigido o ministério na nossa Igreja. Este ministério tem sido possível, graças a um trabalho de equipa, no qual muito irmãos têm colaborado com sacrifício e amor, usando os seus dons e talentos. No entanto, muito mais há a fazer, para o qual é necessário obreiros com mais tempo disponível para se dedicarem ao ministério pastoral. Por isto, sabemos que chegou o momento de começarmos a pensar em concretizar o segundo objectivo. Um pastor/obreiro não deverá ser considerado como o servo de Deus que irá fazer todo o trabalho ou dirigir todos os ministérios da Igreja. Sabemos que cada crente é um sacerdote do Deus Altíssimo e por isso falamos em liderança plural. Aliás, como Igreja Baptista que somos, seguimos um modelo de Igreja regido por um governo no qual cada crente tem direito a expor a sua opinião dentro de um saudável espírito cristão.

No entanto, é conveniente que se designe alguém, escolhido por Deus, para guiar a nossa Igreja a um maior crescimento e uma maior intimidade com Deus. Deverá ser alguém que se dedique principalmente ao ministério pastoral e à comunicação da Palavra viva de Deus para transformação de mais vidas. Para isso, é preciso que seja alguém que o Espírito Santo chame até nós.
Além disto, para que este servo de Deus cumpre a sua missão fielmente, deverá ter direito a ser sustentado adequadamente. É aqui que também entra a responsabilidade de cada crente, de cada membro desta Igreja. Em primeiro lugar, cada um de nós deve devolver ao Senhor uma parte do que o Senhor lhe dá. Cada um de nós deve contribuir alegremente e voluntariamente com os seus dízimos e ofertas para o sustento da obra de Deus. Em segundo lugar, cada um de nós deve orar para que o Senhor dirija a nossa Igreja no processo de encontrar esse servo de Deus, ou mesmo um casal de pastores, que esteja disposto a servir o Senhor em SAC. Como vêem, o trabalho não terminou. Cada um de vós, faça a sua parte: Ame e Sirva sob autoridade do Senhor!

VM

Dia da Mãe


Foi mais um dia especial na nossa Igreja. Tivémos também entre nós a presença da irmã Bertina Tomé que partilhou a Palavra de Deus para além das lindas participações das crianças e adolescentes homenageando as mães. Graças a Deus por elas.

Convívio à chuva

No passado dia 1 de Maio, feriado, a nossa Igreja tinha planeado um retiro no parque de manutenção de SAC. Infelizmente o tempo chuvoso assustou os mais tímidos, pelo que apenas alguns irmãos estiveram presentes. Mas, de qualquer modo para quem esteve presente foi um tempo de descanso e descontracção bastante bom.
Certamente que da próxima vez, mais estarão presentes.

"Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos."

Salmos 19:1

Música Gospel

Loading...