Quer fazer parte da história do Natal?



A história do nascimento de Jesus, continua a servir de inspiração para os desenhos de muitas crianças. Talvez seja pelo fato da maioria das crianças gostar de bebés, reis, presentes e animais, e esta história apresentar todos estes elementos. O desenho ao lado, pintado por uma criança da nossa comunidade, mostra esta realidade. 
 
Esta semana fiquei a saber que uma outra criança da nossa comunidade, de tão apaixonada que é pelas histórias bíblicas, leva, juntamente com o seu lanche, a sua bíblia para a ler aos seus colegas, e até mesmo aos adultos que trabalham na escola onde estuda. A história de Jesus e outras histórias da Bíblia são tão especiais para ela, que não se envergonha de as partilhar com os seus amigos.
Mas, será que os adolescentes, jovens e os mais adultos apresentam esta mesma paixão pelas histórias da Bíblia, em especial pela história de Jesus, como estas crianças?
Todos os anos repetimos a mesma história do Natal e portanto já a ouvimos muitas vezes. Mas porque nos devemos preocupar em contar esta história novamente? Porquê ouvi-la mais uma vez?
Porque esta história narra aquilo que é verdadeiramente importante: Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu filho unigénito, para que todo aquele que nele crê, não morra mas tenha a vida eterna.(Jo.3:16)
Não apenas a precisamos ouvir mas responder-lhe positivamente, aceitando esse presente maravilhoso da parte de Deus, caso ainda não o tenhamos feito, e deixando que a personagem principal desta história – JESUS – nos envolva do Seu plano de edificar a Sua IGREJA.
Quer também fazer parte desta história?                                                                                             ©VM

Remodelação das Instalações

Levantando Fundos

Finalmente, o projeto de remodelação das nossas instalações foi aprovado pela Câmara Municipal de Loures (CML). Deste modo poderemos posteriormente ter a licença oficial de utilização no nosso espaço para fins religiosos, conforme nos foi exigido pela CML e assim cumprirmos as nossas obrigações perante o Estado.
Mas as vantagens serão também para a nossa comunidade, que ficará a usufruir de um espaço com um salão de culto fechado e ventilado, protegido de ruídos exteriores, uma copa que ajudará na realização dos nossos “almoços comunitários” e WC’s mais adequados e preparados para também recebermos pessoas portadoras de deficiências. Sem dúvida que ficaremos com melhores condições embora não possamos aumentar a área útil devido aos limites que se encontram estabelecidos para o condomínio do qual fazemos parte.
Para além disto, como todos sabemos, remodelações implicam gastos. Neste caso, mesmo não sendo muito grandes as alterações no espaço, os custos materiais estão estimados em algumas dezenas de milhares de euros. Neste momento a nossa Igreja não tem os fundos suficientes para realização de todo o projeto, e por isso a solução terá de passar por concretizá-lo em várias fases.
Estamos a procurar obter diversos orçamentos faseados para a execução das remodelações mas temos de iniciar uma fase de levantamento de fundos, quer dentro, quer fora da nossa comunidade. Para isso, estamos a planear a realização de diversas iniciativas visando o levantamento de alguns fundos. Temos como alvo atingir a quantia de 1000 euros durante este mês. Sabemos que vivemos uma época de crise, com menor capacidade financeira por parte de todos e com membros da nossa comunidade a não terem trabalho e portanto o respetivo salário. Mas confiamos em Deus, que irá suprir as nossas necessidades e fazer com que sejam levantados os fundos suficientes para a execução desta remodelação.
Por isso apelamos aos membros da nossa comunidade e a todos aqueles que nos tem apoiado ao longo dos anos, que contribuam para este projeto, segundo a sua consciência e com alegria (2ª Cor.9:7). Cremos que Deus certamente abençoará ricamente a sua vida, “porque ela, também está em obras”! (VM)

Batismo dos Salvos por Cristo

Como Igreja Evangélica que somos, cremos e pregamos que a salvação espiritual daquele que crê em Cristo, é uma obra do Espírito Santo, que se traduz no “novo nascimento” sobre o qual Jesus disse: “Quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus (João 3:3).
Deste modo, a certeza da salvação do crente e a consequente declaração de que se tornou um(a) filho(a) de Deus, também é uma obra do Espírito Santo conforme atesta a escritura: “O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.” (Rom.8:16).
Não é por ter sido batizado em bebé, em criança ou adulto, não é por assistir ou ser membro de uma Igreja evangélica ou qualquer outra, nem por tentar ser uma boa pessoa”, que alguém se torna filho de Deus.  
Segundo as Escrituras, apenas quem reconhecer e confessar o seu pecado/separação de Deus e que declare a sua fé em Cristo, como único e suficiente Salvador e Senhor, devido ao toque do Espírito Santo, é declarado por Deus, como Seu filho(a). (ver João 1:12,13; Rom.10:9,10). 
O que deve então fazer um(a) filho(a) de Deus como consequência desta nova condição espiritual de filho de Deus? Deve fazer a sua declaração de fé, publicamente, dando dela testemunho através do batismo, símbolo da lavagem espiritual que Deus realizou no seu coração.

“Tendo sido levados, como cremos, pelo Espírito de Deus a aceitar o Senhor Jesus Cristo, como único e suficiente Salvador, e, tendo sido baptizados, sob a nossa fé, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, agora, na presença de Deus, dos anjos e desta congregação, muito solene e alegremente, entramos no seguinte pacto, como um corpo em Cristo.” (Pacto das Igrejas Baptistas)

Deixemos o Espírito Santo mover-se!

          No passado domingo, celebrámos o Dia de África paralelamente com o Dia de Pentecostes. Foi, sem dúvida, um culto com um cheiro especial à cultura africana, mas ao mesmo tempo relembrando a cumprimento da promessa da descida do Espírito Santo sobre os filhos de Deus. Sentimos todos a alegria do Senhor e a presença do Seu Santo Espírito no nosso meio. Glória a Deus por isso!
Realmente, precisamos cada vez mais dar lugar ao Espírito Santo para Ele se mover entre nós. É Ele que nos mostra como devemos viver, é Ele que nos indica o que precisamos mudar, é Ele que nos fortalece na força do poder de Deus, levando-nos a exaltarmos o Seu nome.
Os próximos meses trarão certamente novos desafios para a vida da nossa Igreja. O processo de alteração de uso das nossas instalações está a avançar e acreditamos que, a curto prazo poderemos iniciar a obras necessárias para esta alteração se efetivar. Para isso, a nossa Igreja e comunidade, precisa levantar mais fundos. Sabemos que atravessamos uma crise financeira, mas também sabemos que a ação de Deus não depende das nossas capacidades materiais. Deus se move, através do Seu Espírito, de um modo incrível e nos momentos mais inesperados. Creiamos pois nessa verdade e que cada um de nós contribua cada vez mais para o cumprimento da nossa missão, para Sua glória!  
P’la Igreja,  
Vitor Mota
7 de Junho e noutros dias mais!      

 





VIGIAI POIS!


E já estamos em 2012!
Para alguns, 2012 será o ano do “Fim do Mundo”, para outros será o ano do “Fim do Euro”. Não sabemos. Quando eu era miúdo, lembro-me de ver uma série de ficção científica chamada “Espaço 1999”, na qual o homem já habitava também a Lua. Pensava então em como seria realmente esse tempo no futuro. Já muitos anos se passaram e nós ainda cá estamos.
A Bíblia afirma: “a respeito daquele dia e hora ninguém sabe… senão o Pai… Vigiai pois, porque não sabeis o dia nem a hora.” (Mat.24:36;25:13)
O homem ainda não foi viver para a Lua, nem chegou ainda o “fim do mundo”, mas muitas outras transformações tem sofrido o nosso planeta. Talvez a mais significativa tenha sido a generalização da internet, tornando o nosso mundo globalizado e acessível a todos, apenas através de um clique. Não importa onde estamos que a informação chega lá.
Assim, não será difícil imaginar o dia em que, “aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória.” (Mat.24:30).
Mas, enquanto tal não sucede, a nossa missão é “VIGIAR” e cumprir o plano de Deus para as nossas vidas. Como Igreja local em SAC temos muito para fazer neste ano. Sabemos que vamos ter um ano economicamente difícil mas cremos que o Senhor nos vai dar os recursos necessários para a concretização dos Seus projetos. Sabemos que somos poucos, mas cremos que seremos cada vez mais, para glória de Deus. Sabemos que temos falhas mas cremos que Deus capacita cada um de nós, desde que estejamos dispostos a servi-Lo de coração humilde.
É por tudo isto que eu afirmo: Vamos ter um ano de 2012 ABENÇOADO!
Crês tu nisto?
Vitor Mota
Direção IEBSAC 2012

"Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos."

Salmos 19:1

Música Gospel

Loading...